O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

NOVO RECORDE DE PRODUÇÃO!!

Responsável: Assessoria de imprensa.   Data: 22.11.2010



Vaca Simental quebra recorde de produção na Feileite 2010.

A vaca Dinda da Santa Andréa produziu 63,832 quilos de leite por dia, durante o torneio leiteiro realizado na Feileite, em São Paulo, batendo o recorde de produção da raça Simental nas Américas. Além do recorde, Dinda ainda conquistou o título de Grande Campeã na pista de julgamento e de leite de melhor qualidade de leite produzido durante a Exposição.

A Feileite foi realizada entre os dias 9 a 13 de novembro, reunindo, além do Simental de Dupla Aptidão, Holandês, Jersey, Gir Leiteiro, Guzerá, Girolando e Búfalo de Dupla Aptidão. A exposição da raça Simental foi organizada pela Associação Brasileira e pelo Centro Paulista das Raças Simental e Simbrasil e contou com a participação de 70 animais de oito criadores dos Estados de São Paulo e Paraná, selecionadores de Simental de Dupla Aptidão. Os animais, na sua maioria vacas em produção, disputaram os campeonatos no Torneio Leiteiro de oito ordenhas e os prêmios na pista de julgamento, dirigida, este ano, pelo jurado Josef Rieger, que veio da Alemanha para este evento.

Torneio Leiteiro

Dinda da Santa Andréa, matriz do plantel da Fazenda Sesmaria, de Amparo-SP, do criador Magim Rodriguez Junior, foi a vencedora do Torneio Leiteiro da Feileite pela segunda vez. No ano passado ela venceu o torneio produzindo 52,805 quilos de leite. No entanto, o recorde pertencia a vaca Ariane, também da Fazenda Sesmaria, que produziu na Feileite de 2008 a marca de 60,265 quilos de leite. Este ano Dinda superou esta marca com sobra, produzindo 63,830 quilos de leite por dia.



A segunda colocada deste ano, com média de 53,355 quilos, foi Graça do Canário 1, do criador Ingo Kalder, proprietário do Sítio Canário, de São Carlos-SP. O terceiro lugar da competição ficou com Encantadora do Canário 1, da Pecuária Bonetti, de Itapetininga-SP, que alcançou produção média de 51,820 quilos.

Participaram do torneio 23 animais. Na categoria Vaca Jovem Precoce (até 28 meses e já em lactação) a vaca Jóia da Bonetti, da Agropecuária Bonetti, foi a campeã com produção de 20,165 quilos por dia. Na categoria Vaca Jovem (de 28 a 42 meses de idade) a campeã foi Izamis da Sesmaria, da Fazenda Sesmaria, com a média de 44,640 quilos de leite. E na categoria Vaca Vitalícia (com idade acima de 120 meses) a campeã foi Vespão da Santa Andréa, da Santa Andréa Agropecuária, de Itararé-SP, que produziu a média de 38,867 quilos de leite por dia. Aos 123 meses de idade, em sua nona lactação ela ainda foi a Campeã Vaca Longeva e a de Terceira Melhor Úbere Adulto na pista de julgamento, comprovando a longevidade produtiva e a economicidade da raça Simental.

Campeãs em qualidade

Durante os dois últimos anos (2008 e 2009) as vacas da raça Simental conquistaram o título de melhor qualidade do leite no concurso da Feileite. O concurso é realizado pela DPA - Dairy Partners Américas, que significa parceiros em laticínios nas Américas, analisando as amostras de leite das vacas de todas as raças ordenhadas na feira. Na análise, são avaliadas as quantidades de gordura, proteínas, lactose e sólidos totais contidas no leite.

Sendo que o recorde para a produção de sólidos totais (gordura, proteína e lactose) foi estabelecido em 2008, com o índice de 15,52%. Este ano a DPA não fez o comparativo percentual entre as raças e premiou as matrizes que produziram a maior quantidade de sólidos em cada raça. No Simental a campeã foi Dinda da Santa Andréa, a campeã do torneio leiteiro.

Evolução na pista

O técnico e jurado alemão, Josef Rieger que pela segunda vez veio julgar animais da raça Simental no Brasil, disse que é visível a evolução genética do rebanho brasileiro. Ele salientou que o que mais lhe chamou atenção foi o melhoramento na qualidade dos úberes dos animais jovens apresentados durante a Feileite. "Claro que temos sempre muito a melhorar e já notamos um avanço na qualidade dos úberes que determina a economicidade e longevidade de uma produtora de leite", garantiu.

Josef Rieger escolheu como Grande Campeã da Feileite a vaca Dinda da Santa Andréa, como Reservada de Grande Campeã, Ibinda da Sesmaria, Animais da Fazenda Sesmaria, do criador Magim Rodriguez Junior. Já a terceira melhor fêmea da mostra foi Dália do Canário 1, crioula do Sítio Canário, de São Carlos-SP e de propriedade da Agropecuária Bonetti, de Wagner Bonetti, de Itapetininga-SP.

Na categoria Melhor Úbere da exposição a campeã foi Dália do Canário 1. A reservada ficou Ibinda da Sesmaria e a Vaca de Terceiro Melhor Úbere foi Ira da Sesmaria, estes dois animais do criatório de Magim Rodriguez.

José Henrique Aleixo, do Sítio São Paulo foi o melhor criador da Feileite deste ano, seguido por Wagner Bonetti e Magim Rodriguez Júnior, em segundo e terceiro lugares na classificação geral. Wagner Bonetti ficou como o melhor expositor, seguido por Magim Rodriguez e José Henrique Aleixo.

venda de animais

Patrocinadores

Agenda

 
PUBLICIDADE